Prêmio EDUCA Minas para a Diversidade

  • Written by admin
  • 12 de março de 2014 at 11:02
  • 0
  • COMO ESTÁ A EFETIVAÇÃO DA LEI 10.639/2003 EM MINAS GERAIS?

    QUAIS OS DESAFIOS DO PROFESSORADO MINEIRO PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA NO CONTEXTO DA DIVERSIDADE ÉTNICO-RACIAL?

     

    Assista ao Programa Extraclasse (Sinpro Minas/TV Bandeirantes) e conheça a realidade das escolas mineiras para o trato pedagógico das relações étnico-raciais. Veja entrevista com Nilma Lino Gomes (UFMG/UNILAB), Rosa Margaria de Carvalho Rocha (PBH) e Iris Amâncio (UFF). Acesse o link abaixo:

    http://www.youtube.com/watch?v=PJQVhXAwOeg.

    ATENÇÃO, PROFESSORA, PROFESSOR!

    (ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS DE MINAS GERAIS)

    “Prêmio EDUCA Minas para a Diversidade: ações pedagógicas para a

    diversidade étnico-racial”

    INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 31/03/2014. PARTICIPE!

    PREMIAÇÃO: 12 (DOZE) PROFESSORES(AS) SELECIONADOS(AS)

    – 01 (um) netbook

    – 01 (um) seguro de vida com sorteio mensal

    – 01 (um) kit etnoliterário

    – publicação de sua Ação Pedagógica em livro da NANDYALA Editora e em edição especial de periódico do Ministério Público de Minas Gerais.

     

    O “Prêmio EDUCA Minas para a Diversidade” é fruto da iniciativa conjunta de três organizações civis mineiras: O Instituto NANDYALA Livros, o Sind-UTE/MG e o Sinpro Minas. Isso porque as três, junto com seus

    apoiadores e parceiros, encontram-se comprometidas com a efetivação, em Minas Gerais, das leis educacionais que garantem a formação dos(as) estudantes brasileiros(as), relativamente às histórias, culturas e vivências sociais de africanos, indígenas e afro-brasileiros. Com mais de 10 anos de existência, a Lei 10.639/2003, atualizada pela Lei 11.645/2008, vem sendo muito pouco cumprida pelos Governos Municipais e quase totalmente negligenciada pelo Governo do Estado de Minas Gerais. A recente alteração na LDBEN – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 12.796/2013) também contribui, de forma basilar, para a consolidação de um novo conceito de Educação no Brasil, que considere a abordagem das relações étnico-raciais como princípio, o que corresponde a um considerável avanço em termos do trato cotidiano da diversidade nos estabelecimentos de ensino do País para a melhor qualidade da formação humana.

    APOIO INSTITUCIONAL:

    Ministério Público de Minas Gerais (MPMG)/Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Defesa dos Direitos Humanos, Apoio Comunitário e Promoção da Igualdade Étnico-Racial (CAO-DH) e Instituto de Arte e Cultura Yorubá (IACY)

    PARCERIA:

    NANDYALA Livraria & Editora, Convênio Sinpro Minas-MAPFRE Seguros, Associação Mineira de Arte e Cultura (AMAC), Centro Cultural Virtual, SeráQuê? Cultural, Associação Sociocultural Bataka, Cia. Baobá de Dança, Teatro Negro e Atitude, Espaço Curtição, Agentes de Pastoral Negros (APNs), Núcleo de Estudos Interdisciplinares da Alteridade (NEIA/FaLe/UFMG), EDUCAFRO Minas, Núcleos de Estudos Afro-brasileiros em Minas Gerais (Programa Ações Afirmativas na UFMG, NEAB-CEFET, NEAB-UFOP, NEAB-UFU, NEAB-UFJF e NEAB-UFV) e JanCom – Agência da Informação

     

    INFORMAÇÕES: (31)3281-5894

    www.sindutemg.org.br

    www.sinprominas.org.br

    nandyala@nandyalalivros.com.br

    instituto@nandyalalivros.com.br

 

Deixe seu comentário

  • Curta nosso Facebook

     

  • Photo Gallery