Trilha do Tempo

  • “Por onde for quero ser seu par”…

    2000 – Lançamento do Projeto

    11 de novembro de 2000

    2000 – Lançamento do Projeto

    Lançamento proposta pedagógica Cantando e Contando a História do Samba

    Read more

    2002 – Prêmio CEERT

    3 de novembro de 2002

    2002 – Prêmio CEERT

    O Contando e Cantando a História do Samba conquistou a primeira edição do Prêmio “Educar para a Igualdade Racial e de Gênero: experiências de Promoção da Igualdade racial/étnica no ambiente escolar”, instituído pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT), com apoio da Fundação Ford, da Coordenadoria Assuntos da População Negra da Prefeitura de São Paulo, SESC/SP, UNESCO e UNICEF.

    Read more

    2003 – Lei 10.639

    9 de janeiro de 2003

    Em janeiro, é sancionada a Lei 10.639, que torna obrigatório, no currículo da Educação Básica, o ensino de História da África e Cultura Afro-brasileira, delineada nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira. A partir da obrigatoriedade da Lei 10.639/03, houve um aumento de demanda, o que motivou  o Cantando a História de Samba a trabalhar no formato de seminário.

    Read more

    2003 – Caderno de Textos

    5 de agosto de 2003

    2003 – Caderno de Textos

    Em 05 de agosto foi lançado o Caderno de Textos Contando a História do Samba, organizado por Elzelina Dóris, e de autoria de Ednéia Lopes Ferreira, Elzelina Dóris dos Santos e Marcos Antônio Cardoso, editado pela Mazza Edições. Este material é um suporte pedagógico e interativo para as ações socioculturais que envolvem o processo de ensino-aprendizagem de valorização da memória social e musical do samba.

    Read more

    2004 – Pesquisadora Projeto Heranças

    1 de janeiro de 2004

    Participação da cantora Dóris como pesquisadora do projeto Heranças, que gerou o livro Heranças do Samba, de Aldir Blanc, Hugo Sukman e Luiz Fernando Vianna, editado pela Casa da Palavra, Rio de Janeiro, 2004.

    Read more

    2004 – A Cor da Cultura

    11 de abril de 2004

    O Cantando e Contando a História do Samba participou do Programa A COR da CULTURA – Nota 10, exibido pelo Canal Futura de Televisão, cujo objetivo é inspirar os educadores a colocar em prática a Lei nº. 10.639.

    Read more

    2005 – 2ª edição do Caderno de Textos

    6 de setembro de 2005

    2005 – 2ª edição do Caderno de Textos

    Lançamento da 2ª edição do Caderno de Textos, revisada e ampliada. As atividades pedagógicas foram elaboradas pela professora Rosa Margarida de Carvalho Rocha. Autores: Elzelina Dóris dos Santos; Edinéia Lopes Ferreira; Marcos Antônio Cardoso Editora: Mazza Edições

    Read more

    2006 – Seminários

    6 de novembro de 2006

    Realização do I Seminário Cantando e Contando a História do Samba – IMACO – Escola Municipal IMACO – Instituto Municipal de Administração e Ciências Contábeis Em outubro, o Cantando e Contando a História do Samba integrou o Seminário “Diálogos entre o Samba e a Escola”, em Ituiutaba – MG.

    Read more

    2007 – CD “Dóris Canta Samba”

    31 de agosto de 2007

    2007 – CD “Dóris Canta Samba”

    Em agosto, foi lançado o CD “Dóris Canta Samba”, com sambas de compositores mineiros, como Ataulfo Alves, Ronaldo Coisa Nossa, Toninho Gerais, Serginho BH, e também de Luiz Carlos da Vila, que compôs a música História do Samba, além da participação de Ataulfo Alves Júnior. O show de lançamento aconteceu no Lapa Multishow, em Belo Horizonte, e contou com a…

    Read more

    2007 – Criação da AMAC

    12 de outubro de 2007

    2007 – Criação da AMAC

    Em outubro, foi criada a Associação Musical Artística e Cultural (AMAC). A AMAC foi uma instituição não governamental sem fins lucrativos, presidida e coordenada por Elzelina Dóris, que teve como missão promover o fomento e a difusão do samba através de projetos e atividades que contribuam para a produção de novos bens culturais, assim como a preservação e a divulgação da cultura e estilo musical do samba, valorizando a importante história social do samba, a partir da memória musical e promovendo o desenvolvimento de uma integração social, o bem estar e a construção de uma cultura de paz.

    Read more

    2008 – Oficinas e Seminários

    25 de março de 2008

    Em 25 de março, foram ministradas as Oficinas Diálogos entre o Samba e a Escola, nas escolas da Regional Norte, em BH-MG. Em 04 de abril, foi realizado o Seminário “Diálogos entre o Samba e a Escola II”, em Nova Lima – MG. Em 17 de agosto, foi realizado o Seminário Diálogos entre o Samba e a Escola II, em Santa Luzia – MG.

    Read more

    2008 – Lei 11.769

    6 de novembro de 2008

    Também em agosto, é sancionada a Lei 11.769, que dispõe sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Quer acrescentar aqui uma frase sobre como a lei impactou o CHS?

    Read more

    2010 – Programa Extra Classe

    15 de julho de 2010

    Em julho, Elzelina Dóris concedeu entrevista ao Programa Extra Classe, do SINPROMINAS, exibido na Rede Bandeirantes, em edição que teve como tema a cultura africana e afro-brasileira nas escolas.

    Read more

    2011 – Fundação Palmares / Seminário

    1 de dezembro de 2011

    2011 – Fundação Palmares / Seminário

    Nos dias 01 e 02 de dezembro, o CHS realizou, em parceria com a Fundação Cultural Palmares, o Seminário Cantando e Contando a História do Samba. O Seminário aconteceu na Universidade Federal de Minas Gerais, e teve como palestrantes Nilcemar Nogueira, Elzelina Dóris dos Santos, Sidney Ferreira da Silva, Geovanne Sassá, Rosane Pires e Juvenal Lima Gomes, e como expositora, a Mazza Edições. O Seminário contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte, do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial do Estado de Minas Gerais e da Associação dos Servidores da UFMG. Nova Logomarca.

    Read more

    2012 – Lei 12.711

    29 de agosto de 2012

    Em agosto, governo federal sanciona Lei 12.711, que regulamenta cotas nas universidades institutos federais. Em novembro, houve a celebração dos 12 anos do CHS em um quintal na Avenida Mém de Sá, Bairro Santa Efigênia – BH MG Também em novembro, em celebração ao Dia Nacional da Consciência Negra, Dóris e banda participaram do Programa Planeta, da Rede Minas, apresentado por Simone Pio. E ainda neste mês, em comemoração à Semana da Consciência Negra em Itabira, Dóris foi convidada pela Escola Municipal José Gomes Vieira para conceder palestra de abertura sobre o Projeto Raízes. O encontro ocorreu no auditório da Fundação Itabirana Difusora de Ensino (Fide).

    Read more

    2013 – Projeto SESC

    2 de agosto de 2013

    Em agosto, Dóris participou, ao vivo, do programa Espaço Cult, da PUC Tv, com apresentação de Thiago Welter. Em outubro, o CHS realizou oficina na Escola Estadual José Brígido Pereira Pedras, no município de Corinto. A oficina foi destinada para 50 professores que trabalham com 434 alunos do Ensino Médio, 230 do Ensino Fundamental e 289…

    Read more

    2014 – 3ª Edição Caderno de Textos

    3 de janeiro de 2014

    2014 – 3ª Edição Caderno de Textos

    Até aqui foram realizadas atividades em 379 locais, entre escolas, comunidades e centros culturais, no formato de seminário e atendimento direto nas escolas. E nesses primeiros 14 anos, o Contando a História do Samba envolveu cerca de 4.374 cidadãos, entre educadores, pesquisadores, estudantes universitários, gestores públicos, acadêmicos, movimentos sociais e entidades afins, e 113.100 alunos. Em janeiro foi lançada a 3ª edição do Caderno de Textos Contando a História do Samba, organizado por Elzelina Dóris, e de autoria de Ednéia Lopes Ferreira, Elzelina Dóris dos Santos e Marcos Antônio Cardoso, editado pela Mazza Edições. Em novembro, em reconhecimento ao Dia da Consciência Negra, Dóris e várias personalidades foram homenageadas pela ALMG. A homenagem foi requerida pela deputada Maria Tereza Lara, deputado André Quintão e o deputado Paulo Lamac. O CHS contou com a participação de vários convidados para o quadro História Viva, tais como: Ataulfo Alves Júnior, Wilson Moreira, Luiz Carlos da Vila, Toninho Gerais, Serginho Beagá, Nelson Sargento, Mestre Afonso, entre outros. E também teve participações em palestras e conferências, tendo sido convidado por figuras como: Nei Lopes (2006), Ana Célia (Ilê Ayê) (2006), Adilton de Paula, Helena Theodoro (2006), Acir Antão, Nilcemar Nogueira (2011), entre outras.

    Read more

    2015 – Secretaria de Estado de Educação MG

    15 de abril de 2015

    A partir de então, a dinâmica de atuação do CHS ganhou outros contornos. Elzelina Dóris passou a trabalhar também na Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, na Superintendência de Modalidades e Temáticas Especiais de Ensino, atual Coordenação de temáticas especiais e transversalidade curricular, setor responsável pela Educação para as Relações Étnico-raciais, com o objetivo de contribuir para o conhecimento e os estudos relacionados à diversidade étnica da população brasileira, proporcionando melhoria das relações de convívio social no ambiente escolar, estimulando e apoiando práticas pedagógicas voltadas para a valorização da cultura e história do povo negro. Uma das ações coordenadas pela Superintendência de Modalidades e Temáticas é a Campanha Afroconsciência: com essa história a escola tem tudo a ver, lançada em 2015, com o objetivo de fomentar ações nas escolas voltadas para a superação ao…

    Read more

    2017 – Homenagens Câmera Municipal e ALMG

    12 de junho de 2017

    Em 12 de  junho, em Reunião Especial alusiva aos 100 anos do samba, Dóris foi homenageada pela Câmera Municipal de Belo Horizonte pela sua relevante atuação e contribuição à cultura popular. A homenagem foi requerido pelo vereador Arnaldo Godoy. Em 18 de novembro, em atividade de homenagem aos 100 anos do samba, Dóris foi homenageada pela Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais por sua inestimável contribuição ao samba. A homenagem foi requerida pela deputada…

    Read more

    2018 – Palestras e Oficinas

    17 de abril de 2018

    Em abril, Elzelina Dóris ministrou, na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Minas Gerais, palestra intitulada “Pedagogia do samba: novas formas de aprender” para discentes do curso de Pedagogia, na Atividade de Integração Pedagógica (AIP). Em maio, Dóris e banda realizaram show de encerramento do II Congresso Internacional Paulo Freire: o Legado Global, promovido pela Faculdade de Educação da UFMG. Em junho, Dóris participou como organizadora da Conferência “Narrativas Afrodiaspóricas: experiências literárias de resistência”, coordenada pela Superintendência de Modalidades e Temáticas Especiais de Ensino, e apoiada pelo Centro de Estudos Afro-brasileiros. O evento aconteceu na Escola Superior Dom Helder Câmara, em Belo Horizonte. Em agosto, Dóris organizou e ministrou na Faculdade de Educação da UEMG a oficina intitulada “Cantando e Contando a História do Samba – Elementos para o Trabalho Pedagógico”, integrando a programação das atividades dos Sábados Temáticos. Em outubro, Dóris organizou e ministrou na FaE/UEMG a oficina intitulada “Cantando e Contando a História do Samba”, que integrou o evento Reflexões sobre o saber docente 2018 “Os saberes da docência nos 50 anos da Pedagogia do Oprimido”. Em novembro, Dóris contribui na organização da I Exposição Itinerário NUPEEAs: A construção de uma escola antirracista, realizada na Cidade…

    Read more

    2019

    11 de março de 2019

    Dóris prestou uma homenagem a causa feminina e o combate à violência, cantando o samba “Juízo Final “ do compositor Nelson Cavaquinho. Evento realizado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)

    Read more

    2020 – Mestrado e Animatu

    5 de janeiro de 2020

    Dóris compôs seu primeiro samba, No samba de roda que eu vou, em parceria com João Batera. A composição é fruto da sua imersão no samba de roda do Recôncavo Baiano, com a pesquisa de mestrado. Em março, Dóris tornou-se mestra em Educação pela FAE/UFMG, com a dissertação “Samba que Educa! O potencial do samba de roda do Recôncavo Baiano para e Educação das Relações Étnico-raciais”, fruto de uma pesquisa teórico-empírica. Desde abril, a Coordenação de temáticas especiais e transversalidade curricular, ligada à SEE-MG, está responsável pela elaboração do Plano de Estudos Tutorados – “PET – 300 anos de Minas Gerais”. Este Plano abordará atividades pedagógicas em alusão ao tricentenário do estado de Minas Gerais e será destinado aos professores,…

    Read more